Nascimento Hospital 10 de Julho - Pindamonhangaba, SP

o nascimento da Luíza ♥

Já tive a oportunidade de fotografá-los quatro vezes, essa foi a quinta e então, a gente pega amor, sabe? Um carinho mesmo, é bom demais!

Tô até agora feliz por ter fotografado o nascimento da Luíza. Que energia boa foi o nascimento dela, quanta gente feliz, quantos abraços e quantos sorrisos, que aleeeegria!

Depois de dois ensaios gestante quando Tati e Eduardo me pediram para fotografar o nascimento dela, eu passei a conversar com a barriga da Tati todas as vezes que eu a encontrava. Luiza precisava nascer em qualquer dia da semana a não ser no s.á.b.a.d.o! Por conta dos eventos já agendados com uma baita antecedência, sábado é super complicado conseguir fazer algo que não esteja programado, de última hora e então por isso, eu sempre conversava com Luíza. Dizia a ela que ela poderia nascer qualquer madrugada, domingo cedo enfim, menos aos sábados. E não é que ela foi fiel ao combinado? Coisa mais linda ♥

Tati me avisou no começo da semana que havia ido ao médico e que Luíza nasceria no dia 30 de Agosto. PERFEITO! Seria uma sexta feira e então, sem problemas quanto a data até que então, dia 23 de Agosto por volta das 14h Eduardo me liga e já atendi assim: "ta de brincandeira, tá nascendo?" e ele numa calmaria que só ele tem: "sim Paulinha, estamos indo para o hospital e nasce por volta das 20h", logo respondi: "até daqui a pouco então". 

Eu tinha um compromisso justo nesse dia 23 que seria das 15h às 18h e mooorrendo de medo de atrasar, mas Deus foi tão bom que quando cheguei onde deveria, em 30 min conseguimos resolver tudo e eu estava liberada, enfim, a tarde era da Luíza. 

Pensei melhor e preferi ir com bastante antecedência para o hospital, antes sobrar tempo do que não chegar a tempo rs. Era 16h30 e eu já estava com eles lá, Tati quetinha sentada na maca e Eduardo pra lá e pra cá, fingindo naturalidade e calma, que por sinal, fingia mal, tadinho rs. 

E aí, chegaram as bisas, os avós, os tios, a tia .. uma oração conjunta para a benção de tudo que aconteceria a partir dali. A ansiedade só foi aumentando e enfim chegou também a tão esperada 20h. Bora lá! 

Tati forte, paciente, cheia de fé e emocionada.. Eduardo centrado, radiante e segurando o nervosismo.

No centro cirúrgico só mãos abençoadas, tanto na cirurgia em si quanto aos que estavam por fora, tudo impecável! 


Luíza nasceu! 3.390 kg às 20h40. Linda, gordinha, de choro forte e parecia uma bonequinha.

Ah, que alegria.

Não tinha um da família que perdeu de ficar babando pelo vidro da salinha de espera.


E agora em diante, começa uma nova história da família da

Tati, Eduardo e Luíza. ♥